A Doença
A distonia é uma doença que exige um profissional com conhecimento especifico em Distúrbios do Movimento.
Tratamentos
Para tratar é preciso confiar em seu médico. A sua relação com o profissional que você vai entregar a sua saúde precisa ser de confiança.
Exames
Que podem diagnosticar a Distonia são: a eletroneuromiografia, de sangue, de urina e análise do líquido cefalorraquidiano.
24 de abril de 2018

19 de abril de 2018

Desde começos de 2015, venho travando uma árdua luta física e espiritual para amenizar duas graves disfunções, tremores e rigidez. Nesse período, tenho contado com a ajuda de verdadeiros “anjos da guarda”, e fui mencionando eles no Facebook, como uma obrigação de consciência. Hoje, gostaria de citar com gratidão ao Dr. Tiago Gianfratti, diretor da Stiper no Brasil, e à fisioterapeuta e acupunturista Roberta Pitta C. Luz, do Ambulatório da Stiper, uma das maiores especialistas brasileiras em stiperterapia. Os stipers são pastilhas flexíveis e descartáveis de algodão, impregnadas com mini fragmentos de cristal de silício e de cristal de rocha natural. Essas pastilhas se aplicam sobre a pele em pontos específicos, e possuem uma função equilibradora e moduladora da energia do organismo. Segue link de um depoimento narrando a contribuição da stiperterapia nessa luta sem trégua para minha recuperação; contribuição que se soma ao valioso aporte da hipnose, da neurologia e da arteterapia.

Clique aqui e assista o depoimento do Sr. Gonzalo, é comovente e muito esclarecedor

 

19 de abril de 2018

Olá, Vamos conhecer a fundo a Toxina Botulínica?   Nós iremos bordar inicialmente aspectos históricos das pesquisas para a obtenção e utilização da toxina botulínica do tipo A (BoNT/A), ela surgiu inicialmente como arma biológica e depois como medicamento. Resumo Inicialmente falaremos sobre os aspectos históricos das pesquisas para a obtenção e utilização da toxina botulínica do tipo A (BoNT/A), inicialmente como arma biológica e depois como medicamento. Em seguida descreve-se detalhadamente a estrutura e síntese da BoNT/A, com ênfase às cadeias leve e pesada para na seqüência descrever-se o mecanismo de ação. O mecanismo de ação é explorado nos seus aspectos de relaxamento muscular sobre músculos estriados (inibição da liberação de acetilcolina) e ação sobre o reflexo de estiramento medula; ação antinociceptiva, através do bloqueio da liberação de peptídeos relacionados com a dor e sobre o sistema nervoso autônomo, atuando sobre glândulas (salivar, sudorípara e lacrimal) e sobre bexiga e próstata. Ainda discute-se os efeitos diretos e indiretos da BoNT/A sobre o Sistema Nervoso Central, os aspectos relacionados à antigenicidade quando utilização deste recurso terapêutico e as direções futuras para este recurso. INTRODUÇÃO