Categoria: Minha Vida

8 de outubro de 2018

Foi realizado, no dia 03 de outubro, o 1º Encontro de Especialistas no Instituto Nere, em São Paulo. O evento, foi uma grande oportunidade de falarmos sobre o tratamento da distonia e dor neuropática. O Instituto reuniu médicos, pacientes e formadores de opinião. A possibilidade de trocar ideias e conhecer a vivência de pacientes e profissionais frutificou na ocasião perfeita para estreitar laços e absorver conteúdo. Aproveito o comunicado para agradecer a todos os envolvidos pelo carinho e dedicação dispensados a este encontro que já é o prenúncio de muitos outros.       Se interessou pelo tema? Tem vontade de conhecer o Instituto Nere ou participar de eventos como esse? Envie um e-mail para contato@distoniasaude.com contando-nos suas expectativas e motivos, vamos bater um papo e quem sabe nos conhecemos na próxima reunião. 

Até lá!

2 de setembro de 2018

O que eu, distônica, penso em relação aos amigos

Sei que não sou mais a mesma, fiquei mais retraída e não gosto de ficar em evidência, pra que ninguém perceba algo errado em mim. Muitos dos amigos que eu pensava ter se foram, mas ganhei novos. Digo até que comecei a fazer parte de uma grande família chamada “família D”, uma família que entende minhas angústias e limitações, que me orientam e dão ótimas dicas para melhor viver. Digo até que existia um Eu antes e um Eu depois de fazer parte dessa família. Voltando aos amigos, fico muito chateada quando me olham com aquela cara de dó, como se estivessem me dando uma sentença de morte. Não estou morrendo, não ainda, simplesmente tenho algo que tentará me derrubar, mas eu não vou me deixar levar sem uma boa peleja. É progressivo? Degenerativo? Sim! Mas eu consigo driblar sua evolução com tratamentos, atividade física e muito bom

Postado em Blog, Minha Vida por Administradora
3 de agosto de 2018

Maturidade espiritual é quando você aprende a calar, a se afastar, não se queixa e agradece pelo que tem. Maturidade espiritual é quando você aceita que erra, aprende a se desculpar e a não jogar no colo do outro o que é seu. Maturidade é ter bom senso. É quando você percebe que já não precisa de tanta coisa assim para suprir suas necessidades, que estar em paz consigo mesmo é melhor do que provocar, instigar ou cutucar o outro com vara curta a troco de nada, só para mexer em feridas por vezes já cicatrizadas. É quando você passa a ser mais seletivo internamente, é quando você sabe que pode contar com poucos, mas que são essenciais e que mantêm uma boa relação de amizade e empatia sem exigir nada em troca. É quando você olha mais à volta e se coloca no lugar das pessoas sem mensura as dores delas, assim como não quer que mensurem as suas. É quando você não interfere nas escolhas de alguém, e vai aprendendo a digerir os embates da vida com mais nitidez e resiliência. É quando você percebe que não precisa ter a casa cheia, não precisa de tanto barulho, que estar a sós é como ir se retratando diante do que se sente, do que sentiu ou do que não quer mais sentir. É não precisar ir de um lado para o outro tentando encontrar sossego interior. É quando você se aprimora e abstrai

Postado em Minha Vida por Administradora