Categoria: Noticia

20 de fevereiro de 2018

Novas ferramentas de pesquisa sofisticadas estão fornecendo aos pesquisadores, novas formas de explorar a genética da distonia. Os pesquisadores têm a capacidade de sequenciar rapidamente genes individuais, analisar genomas inteiros e analisar os padrões de expressão gênica. Indivíduos e famílias que se voluntariam para estudos genéticos contribuem de forma inestimável para o progresso da pesquisa. As descobertas estão acontecendo a um ritmo acelerado, e a paisagem genética da distonia cresce cada vez mais complexa. Esta complexidade é reveladora de novos dados fascinantes sobre as origens da distonia e a abertura de oportunidades para novas pesquisas. O objetivo final de uma melhor compreensão da genética da distonia é o desenvolvimento de métodos de tratamento e prevenção.

Quantos genes de distonia existem?

Mais de 200 genes foram associados à distonia. Alterações detrimentais em alguns desses genes causam tipos específicos de distonia, como DYT1 / TOR1A, DYT6 / THAP1 e DYT11 / SGCE. Muitos dos 200 genes estão ligados a doenças neurodegenerativas e metabólicas para as quais a distonia é frequentemente um sintoma. Os genes causam distonia quando contêm mutações específicas (variantes de genes) que alteram uma ou mais partes do gene. Uma grande variedade de genes e mutações contribuem para a complexidade das distonias hereditária

Postado em Blog, Noticia, Pesquisa, Pesquisas por Nilde Soares
16 de fevereiro de 2018

Sobre o método

Olá, Certamente você que acompanha o blog e sabe que venho falando a respeito do Dr. Farias e seu método inovador para tratar distonias. Neste post, faço um fechamento desse assunto. Mas isso não quer dizer que não teremos outras novidades sobre esse profissional. Afinal, ele é muito mais do que um médico e pesquisador.

Como funciona o método do Dr. Farias

Certas condições neurológicas nos fazem esquecer como nos movemos. O que o Dr. Farias faz com sua proposta de tratamento é despertar caminhos neuronais silenciosos no cérebro, trazendo movimentos perdidos, emoções e lembranças de volta à vida. Ele percebeu que a maioria dos pacientes afetados pela distonia experimenta movimentos inesperados por razões desconhecidas. Observou que tanto a coordenação adequada como a coordenação disfuncional, coexistem simultaneamente nesses pacien

26 de janeiro de 2018

A Biocibernética Bucal é uma técnica odontológica, que se dispõe a auxiliar ou mesmo a tratar problemas de saúde através do redimensionamento bucal. Ela encara o paciente odontológico como um todo, de uma maneira holística, sem esquecer que cada dente carrega informações de toda a vida do indivíduo.

Através de experimentos clínicos, pôde-se comprovar a relação da boca e dos dentes com o resto dos órgãos e tecidos do corpo humano.

É possível detectar aspectos psicológicos através do exame bucal com ênfase na Biocibernética, ou seja, consegue-se saber como a pessoa foi educada e qual seu molde cultural simplesmente examinando sua arcada dentária.

Na ilustração, pode-se observar uma relação entre cada dente e a personalidade, e o comportamento masculino e feminino nos ambient

Postado em Blog, Noticia, Vídeos por Nilde Soares | Tags: ,