Categoria: Noticia

20 de dezembro de 2017

Mulher que sente ‘cheiro’ de Parkinson pode ajudar ciência em novo teste para doença

  • em 18 dezembro 2017
  • Joy

A escocesa Joy Milne, de 57 anos, faz parte de um grupo seleto da população, com uma capacidade acima do normal de sentir e identificar cheiros. “Estou em algum lugar entre o cachorro e o ser humano. Tenho um olfato melhor que a maior parte dos seres humanos”, diz ela.

E esse olfato poderoso pode ajudar milhares de pessoas que têm ou terão mal de Parkinson – doença degenerativa que afeta o sistema nervoso central e que pode causar tremores em repouso, rigidez dos músculos, dificuldade em manter o equilíbrio e lentidão dos

Postado em Blog, Noticia por Nilde Soares | Tags:
15 de dezembro de 2017

 Acabamos de atingir a marca de TREZE MIL CURTIDAS.

Venho agradecer a cada um de vocês que já faziam parte da minha página no Facebook (que anteriormente era simplesmente minha pagina pessoal) e aos que recentemente passaram a estar presentes, a vocês que visitam meu Blog Distonia, aos que dedico cada palavra que escrevo, cada artigo, cada virada de madrugada buscando aprender… Todo esse esforço tem o intuito de que as pessoas saibam o que é a distonia, o que ela faz comigo e com mais 65 mil brasileiros.    

13.000 curtidas na fanpage do Facebook em 1 ano!

Essa marca não serve apenas para nos dar credibilidade, mas também para nos dar orgulho e incentivar, cada vez mais, a continuidade da nossa missão de levar informação de qualidade e relevância. É muito trabalhoso achar conteúdo sério, pesquisas que normalmente são feitas fora do Brasil, traduzir, redigir, editar sendo portadora de distonia. Além disso, ao mesmo tempo, dar atenção a quem m

Postado em Blog, Minha Vida, Noticia por Nilde Soares
14 de dezembro de 2017

Da redação (Justiça em Foco), com TRF1. – sexta, 17 de novembro de 2017

Em tempo: o crédito deste post é da Eliane Vaz, que compartilhou a noticia na página distonia do facebook

_____________________________________________________________________________________________________ A distonia focal em membro superior gera limitação motora dos membros superiores e caracteriza incapacidade para o desempenho de algumas atividades dentro do padrão considerado normal para o ser humano, nos termos do art. 3º, I, do Decreto nº 3.298/1999, e por isso é considerada deficiência física para fins de concurso público. Com esse entendimento, a 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), negou provimento à apelação da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), mantendo a sentença, da 14ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal, que reconheceu o direito de um candidato concorrer à vaga reservada a deficiente físico para o cargo de Analista (Economia). Em suas alegações recursais, a Conab sustentou que a deficiência do candidato não se enquadra nos termos do Decr

Postado em Blog, Direito, Direitos do Pacientes, Noticia por Nilde Soares