A Distonia e as descobertas do Dr. Farias – Parte II

1 25 de janeiro de 2018

Sobre Dr. Joaquim Farias

Olá,

Você se lembra do post passado? Nele contei sobre a minha descoberta de diagnóstico e comecei a falar sobre um médico inovador. Então, hoje vou continuar a falar sobre esse profissional que é pesquisador, músico, terapeuta e muito mais queM é o Dr. Farias.

Quem é ele?

Joaquim Farias é diretor do Neuroplastic Training Institute of Toronto e pesquisador da Universidade de Toronto, Canadá. Especialista líder em tratamento de distonia com terapia de movimento. Possui doutorado em biomecânica, além de mestrado em reabilitação neuropsicológica, psicossocial e ergonomia.

As credenciais combinadas do Dr. Farias permitem que ele trate efetivamente a Distonia, além de usar suas experiências pessoais únicas como: músico, instrutor de artes marciais, Shiatsu, médico Qigong Therapist, viajante mundial e pesquisador de movimento. Ufa, é bastante coisa!

Ele acredita que as experiências de reabilitação não são reproduzíveis porque cada pessoa é única e diferente, e que a vida não se repete. Apoia a humanização da ciência e a integração de todas as disciplinas porque o paciente vive em um mundo que não pode ser dividido. Para ele os pacientes não são apenas sujeitos, mas são pessoas, e quando uma vida é reduzida a uma história clínica, muitas vezes as facetas mais importantes da pessoa são ignoradas.

Desde 1996, o Dr. Farias ajudou mais de 1000 pessoas a terem suas vidas e condições de vidas otimizadas após terem sido afetadas por diferentes distúrbios do movimento caracterizados por: distonias, tremores e outros problemas de coordenação.

Se quiser saber mais sobre o currículo dele, acesse: https://www.fariastechnique.com/joaquin-farias/

Tratamento da Distonia sob o método Dr. Farias

Agora que você já entendeu um pouco sobre a formação dele, está na hora deu falar sobre o método – desde 1996, o Dr. Farias, trabalha com terapias alternativas e complementares para pacientes com distúrbios do movimento, revolucionando o pensamento por trás dos conceitos tradicionais do tratamento da Distonia. Seus pacientes costumam dizer que ele é uma espécie de “gênio clínico”. A “Técnica Farias” é uma terapia natural com base em pesquisas sobre neurociência. Os resultados iniciais obtidos através do seu método provaram ser muito esperançosos.

Para ilustrar o seu trabalho, vamos citar o caso do paciente Federico Bitti. Ele  sofre de Distonia cervical e está tentando uma nova terapia envolvendo a neuroplasticidade e exercícios específicos para treinar o cérebro (uma espécie de dança). Veja no vídeo:

Para receber o tratamento, é realizada uma avaliação que inclui a análise dos movimentos como linha de base, e assim são identificados os déficits naturais dos corpos do paciente. Após a análise são definidos exercícios específicos para cada paciente, e estes devem ser executados individualmente. Os movimentos propostos induzem mudanças neuroplásticas que permitem a recuperação gradual do controle motor. Segundo o Dr. Faria, se o paciente seguir rigorosamente o protocolo de treinamento, é possível obter melhorias da coordenação motora em um curto período de tempo.

Por conta de suas pesquisas de caráter inovador e resultados aprovados, o Dr Farias palestrou sobre “como os seus movimentos podem curar o seu corpo” no Tedx Talks, assista (tem legenda em português).

Gostaram dessa possibilidade de tratamento? No próximo post vou explicar mais sobre ele. Mande suas perguntas e sugestões de temas. Como eu sempre digo: o Blog Distonia é uma via de mão dupla, colabore, afinal você também faz parte dele!

Até a próxima!

Comentarios (1)

Deixe um Comentario