A Doença
A distonia é uma doença que exige um profissional com conhecimento especifico em Distúrbios do Movimento.
Tratamentos
Para tratar é preciso confiar em seu médico. A sua relação com o profissional que você vai entregar a sua saúde precisa ser de confiança.
Exames
Que podem diagnosticar a Distonia são: a eletroneuromiografia, de sangue, de urina e análise do líquido cefalorraquidiano.
27 de fevereiro de 2019

O tema deste filme é, claro, Fáscia. Logo depois de lançado, este filme documental atingiu um recorde de mais de 1 milhão de audiência em 1 semana. O interesse sobre o que é Fáscia vem crescendo vertiginosamente desde 2007, quando acontece o “I Congresso de Fáscia em Harvard”, EUA. De lá para cá, muito se tem feito para se descobrir suas funções, sua fisiologia, sua anatomia, seus usos na clinica e no esporte. Convido vocês a assistirem estes estudiosos e pesquisadores que vêm construindo um conhecimento novo. https://youtu.be/vTkyaUDATN8?t=762

Neste documentário, você vai conferir nomes como: Carla Stecco Antonio Stecco Robert Schleip Thomas Myers Jean Claude Guimberteau Jan Wilke Helene Langevin Werner Klinger S. Mense Jonas Tesarz
Universidade da Fascia – Publicado em 23 de out de 2

Postado em Blog, Informativo, Noticia, Pesquisa, Pesquisas por Nilde Soares
27 de fevereiro de 2019

O pente-fino nos benefícios por incapacidade do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) não vai analisar somente a situação física do segurado que recebe auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez há mais de dois anos. A revisão programada para começar neste mês vai inspecionar também as informações divulgadas pelos segurados em redes sociais, como é o caso do Facebook. Segundo um médico perito que participou da definição dos detalhes do pente-fino, a perícia vai além do exame físico e analisa todos os dados disponíveis em busca de entender a real situação do segurado avaliado. Ele afirmou ainda que esse tipo de pesquisa já pode ser considerada padrão. Portanto, o segurado que exibe uma vida movimentada, feliz e festeira em seus perfis nas redes sociais e está recebendo um benefício por incapacidade deve ficar esperto, pois o comportamento, ainda que simulado, pode ser usado para considerá-lo saudável e apto a voltar ao mercado de trabalho. Isso já aconteceu antes. No ano passado, a AGU (Advocacia-Geral da União), que representa o INSS em ações judiciais, apresentou as publicações de uma segurada de Ribeirão Preto (313 km de SP) no Facebook para comprovar que, ao contrário do que afirmava, não tinha depressão grave. A segurada chegou a receber o auxílio-doença com o pedido administrativo, mas foi à Justiça após o corte do benef

Postado em Blog, Informativo, Noticia por Nilde Soares
19 de fevereiro de 2019

Esta postagem é para você, no desespero da dor.

Cuidado com o uso de opiáceos (oxicodona, hidrocodona, morfina ou fentanil e derivados) muitas vezes combinados a outras drogas de modulação da dor como anti-depressivos. Minhas reflexões e sugestões para os que estão em situação similar de dor vão adiante, nesta e em postagens seguintes, não deixe de ler e salve vidas. Vamos auxiliar estas pessoas desesperadas que se atiram em clínicas da dor, recebem associações de remédios perigosos e tratamentos alternativos sem chegar ao cerne da questão – tratar corretamente a dor, os reumatismos inflamatórios sistêmicos e as doenças autoimunes com base nos conhecimentos científicos sérios. “As redes sociais tornaram a informação mais acessível aos pacientes portadores de reumatismos e doenças da autoimunidade, aproximando pessoas para troca de informações. Estas também trazem más notícias, como quando perdemos amigos de luta contra a mesma doença que temos, no meu caso a Espondilite Anquilosante.” “Entre o final de 2017 e início de 2019 somaram-se os casos em que pacientes em tratamento para a minha doença foram a óbito por motivos medicamentosos. Ou seja, complicações advindas do uso, prescrito ou não, de medicamentos sobrepostos, ou em quantidades

Postado em Blog, Informativo, Noticia, Pesquisa, Pesquisas por Nilde Soares