A Doença
A distonia é uma doença que exige um profissional com conhecimento especifico em Distúrbios do Movimento.
Tratamentos
Para tratar é preciso confiar em seu médico. A sua relação com o profissional que você vai entregar a sua saúde precisa ser de confiança.
Exames
Que podem diagnosticar a Distonia são: a eletroneuromiografia, de sangue, de urina e análise do líquido cefalorraquidiano.
20 de julho de 2017

A Neuromodulação é uma forma de tratamento que utiliza estímulos elétricos, magnéticos ou infusão de pequenas doses de medicações para alterar a função do sistema nervoso. Através da modulação de regiões específicas do cérebro ou da medula espinhal, é possível normalizar a função nervosa e, dessa forma, tratar diversos tipos de distúrbios neurológicos.

A reversibilidade é uma das grandes vantagens da neuromodulação. O tratamento é ajustável de acordo com a queixa do paciente, podendo ser retirado ou interrompido a qualquer momento, caso não haja resposta satisfatória. Dor crônica é um termo utilizado para descrever dores persistentes, com duração superior a três ou seis meses, e de difícil controle. A dor crônica costuma ser de moderada a forte intensidade e descrita frequentemente como em queimação, ardor, pontada ou choque. Pacientes com dor crônica na coluna vertebral, dor relacionada ao câncer ou vítimas de traumatismos, estão entre os principais candidatos a neuromodulação. Para o tratamento da dor crônica, as principais técnicas de neuromodulação utilizadas são: a estimulação medular, o

Postado em Blog por Nilde Soares
19 de julho de 2017

Você sabia que ele é o responsável pelo nosso bem estar, a serotonina talvez seja o neurotransmissor mais famoso do nosso organismo.E que a maior parte dela é produzida pelo intestino, que é o nosso segundo cérebro. Nós temos dois cérebros, um na cabeça e outro escondido em nossas entranhas. Os neurocientistas descobriram que o intestino também é capaz de se lembrar, ficar nervoso e dominar o seu nobre colega – o cérebro.

As células nervosas existentes no intestino não controlam apenas a digestão dos alimentos, elas são responsáveis por sensações comuns e que são sentidas diretamente nesse nosso órgão. Vejam alguns exemplos: Ao recebermos uma boa notícia ou, ao nos depararmos com a pessoa amada, um formigamento agradável nos invade – o famoso frio na barriga. Por outro lado, as situações de tensão, medo ou angústia nos corroem por dentro. A repulsa em direção a algo ou alguém pode produzir náuseas e até mesmo provocar o vômito. Estas sensações têm explicação na ciência. Nosso intestino possui altíssima concentração de células nervosas, quase exatamente como a estrutura do cérebro. Ambos produzem substâncias psicoativas que afetam o humor, como os neurotransmissores serotonina e dopamina e vários opióides que modulam a dor.

Postado em Blog por Nilde Soares

15 de julho de 2017

Uma verdadeira tempestade distônica, ou status dystonicus, é uma complicação rara, potencialmente fatal, de distonia generalizada grave. É caracterizada por implacáveis e severas contrações musculares distônicas que exige atendimento médico urgente.

Isto deve realmente ser intitulado “tempestades distônicas”, plural, porque raramente é um único evento na vida de alguém. Se você tem uma crise distônica, você provavelmente terá outra e, em seguida, outra, e, em seguida, e provavelmente vai se tornar um modo de vida, a menos que você seja capaz de trabalhar com seu médico para reduzir a sua frequência. A literatura disponível atualmente relata que é raro alguém com distonia ter verdadeiras tempestades distônicas.

Infelizmente, este termo é muitas vezes utilizado de forma frouxa e incorreta, geralmente para descrever sintomas aumentados (por exemplo, ter um dia mais sintomático do que o dia anterior, dor aumentada e outros sintomas após uma atividade, agitação maior ou tremores na mão ou posturas mais difíceis pronunciadas ao longo do dia). Tempestade distônica é uma experiência inteiramente diferente, quase um mundo a parte, do que os altos e baixos habituais de viver com distonia. Entender as tempestades é fundamental para o indivíduo que os tem, as pessoas próximas a eles, incluindo o primeiro socorro e pessoal mé

Postado em Blog por Nilde Soares