Tag: saúde

1 30 de maio de 2018

Conheça o Dr. Sidney Gomes

Olá, Você se lembra que o dia 06 de maio é o Dia Nacional da Distonia, né? Então, dando continuidade aos assuntos deste mês tão importante para os portadores dessa doença, apresento a vocês um dos especialistas mais renomados da área; o neurologista Dr. Sidney Gomes.

Quem é Sidney Gomes?

Detentor de um currículo vasto e sólido, Sidney Gomes nasceu em Juiz de Fora, Minas Gerais,em 09 de janeiro de 1957. Casou-se com a professora e doutora em Pedagogia, Eliani de Lima Villas Gomes e começou a sua trajetória na medicina, quando foi diplomado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Juiz de Fora. Ele é o tipo de profissional que preza pela atualização e aquisição de novos conhecimentos. A leitura é o seu principal hobby e seus estilos preferidos são: filosofia e espiritualidade. Depois da formação de base nunca mais parou. Emendou seus estudo na residência médica do Instituto de Neurologia Deolindo Couto – INDC UFRJ (referência nacional em neurologia) – localizado no Rio de Janeiro . Hoje, o Dr. Sidney é médico colaborador do

21 de maio de 2018

De uma hora para outra, o cérebro perde o comando sobre os músculos, que passam a ter “vontade própria”. É o que acontece com quem sofre de distonia, uma disfunção cerebral desconhecida, inclusive pela maioria dos médicos. O Hoje em Dia conversou com pessoas que enfrentam a doença. São pessoas aparentemente saudáveis, mas que convivem com o medo de, de repente, perderem o controle de seus movimentos. Clique aqui para assistir a entrevista com Elisabete Tavares

Fonte:

1 8 de maio de 2018

Os princípios da Slow Medicine

Olá, tudo bem? No post passado, comecei a falar sobre Slow Medicine. Hoje estou de volta para falar um pouquinho mais sobre esse tema, pelo qual estou apaixonada.

Vamos abordar os princípios da Slow Medicine e entender um pouco sobre esse conceito que pode ser resumido em um atendimento holístico. Quem me dera que todos os atendimentos fossem assim!

Alguns de vocês devem estar se perguntando se basta ser um atendimento longo, atencioso e questionador para ser considerado Slow Medicine. Na verdade não basta apenas isso. Logo, vou apresentar os 10 princípios básicos para que um atendimento médico seja enquadrado nesse molde.

São eles:

  1. Tempo – para ouvir, entender e refletir. Para consultar e tomar decisões.

  2. Individualização – cuidado personalizado, justo, apropriado. A individualidade em lugar da generalidade. O paciente é único e é o foco da atenção; seu ponto de vista e valores são fundamentais para o sucesso no atendimento.

  3. Aut